top of page
  • Foto do escritorMultiLab fjn

Oficina Imagens do Cotidiano



Entre 12 de maio e 04 de julho de 2023 trabalhamos com os estudantes do 2º ano do ensino médio da EREM Prof. Cândido Duarte a oficina Imagens do Cotidiano. O convite partiu da professora Jeane Tenório, responsável em ministrar esta unidade curricular obrigatória integrante de Itinerário Formativo em Pernambuco.


A UC Imagens do Cotidiano trabalha com os eixos estruturantes de investigação científica e processos criativos. Como principais objetivos, quer investigar e analisar os efeitos dos sentidos presentes nos discursos materializados em produções visuais; e reconhecer e elaborar processos criativos. Tendo isto em mente, construímos a oficina composta por 12 encontros presenciais contendo as seguintes fases:




Desde nosso primeiro encontro, foi lançada a ideia de construirmos juntos uma exposição fotográfica virtual. Como exemplo, apresentamos a exposição “O sinal está entre nós”, na qual utilizamos a plataforma Wix. Desta vez, nossa proposta foi experimentar a produção na plataforma Canva, com a criação de uma página web. Nossa experimentação começou já na construção do portfólio da oficina disponível em Imagens do Cotidiano (canva.site), etapa de aprendizado da equipe multiHlab para uso desta nova funcionalidade.


Nossa demanda inicial para os estudantes foi a produção de uma fotografia utilizando seus próprios celulares. A imagem deveria retratar um objeto presente em suas casas com algum significado afetivo. Com um prazo de uma semana, eles deveriam produzir a foto e nos enviar por e-mail, acompanhada de um título e um texto explicativo de forma a comunicar o afeto envolvido, destacando a ideia de afeto como aquilo que nos afeta, seja positiva ou negativamente.


Seguimos os encontros no esforço de pensar a produção fotográfica a partir de técnicas de iluminação, enquadramento, preparação de cenário, levando os estudantes a produzir, analisar, produzir novas imagens a partir das críticas, usar aplicativos de edição de imagens pelo celular. Terminado o prazo de entrega das fotografias, começamos a pensar qual efeito de sentido encontramos neste conjunto de imagens e afetos?


Percebemos que as fotografias falavam sobre lembranças do passado, como objetos que foram de suas avós, antigos brinquedos de infância, memórias do período de pandemia. Outras traziam o que lhes faz sentir bem no presente, como a relação com a bola de vôlei e instrumentos musicais. E algumas projetavam desejos para o futuro, pensamentos sobre atuação profissional. Assim, entendemos que um fio condutor poderia ser o conceito de Tempo, tão importante para compreensão da Humanidade em suas diversas concepções: filosófica, científica, ritualística, criativa.


Refletimos que a ideia do Tempo é uma construção social e que diferentes sociedades a concebem de diversas formas, a exemplo dos três tempos gregos (khrónos, kairós e aíôn), dos calendários (solar, lunar, egípcio, maia), dos multiversos. Chegamos ao símbolo do infinito, que em seu movimento contínuo, encontra na intersecção dos tempos da memória (passado) e da imaginação (futuro), o fugaz agora (presente). Daí emergiu o tema da nossa exposição virtual “Tempos: agora, memória, imaginação”.



Divididos em comissões, os estudantes realizaram o trabalho de criação da identidade visual da exposição, do projeto expositivo da exposição virtual com uso da funcionalidade “criação de página web” na plataforma Canva, redigiram o texto, criação a trilha sonora original e desenvolveram os materiais para apresentação do trabalho para a comunidade escolar (culminância). A exposição pode ser visitada em Tempos (canva.site).


Para a equipe do multiHlab, a experiência nos fez refletir sobre estratégias pedagógicas para desenvolvimento de produções artísticas na escola com uso das Tecnologias Digitais, como também novos usos para a plataforma Canva. Nossos aprendizados já estão circulando em edições do curso multiHexperiências e inspirando novos projetos.


43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page